O que é antivírus?

Publicado por Ilan Brazileiro em

O que é antivírus? Sempre se houve falar desse tipo programa ou aplicativo, mas você sabe exatamente como ele funciona? Para que serve? Entenda um pouco mais sobre antivírus nesse artigo.

Veja também: Os 5 melhores antivírus para celular Android em 2020

AVG AntiVirus Free — Melhores recursos extras

Os softwares antivírus são uma categoria de programas projetados para prevenir, detectar e remover infecções por malwares em dispositivos, redes e sistemas de TI individuais. Dispositivos em geral.

Os programas de antivírus, originalmente são projetados para detectar e remover vírus dos computadores, mas também podem proteger contra uma ampla variedade de ameaças. Dentre essas ameaças podemos citar vários outros tipos de software malicioso, como keyloggers, seqüestradores de navegador, cavalos de Tróia, worms, rootkits, spyware, adware, botnets e ransomware.

Entenda o que é um antivírus e como ele funciona

O antivírus geralmente é executado como um processo em segundo plano, verificando computadores, servidores ou dispositivos móveis para detectar e restringir a propagação de malware.

Muitos programas de antivírus incluem detecção e proteção de ameaças em tempo real para se proteger contra possíveis vulnerabilidades à medida que ocorrem, além de verificações do sistema que monitoram os dispositivos e os arquivos do sistema procurando possíveis riscos.

O software antivírus geralmente executa estas funções básicas:

– Varredura de diretórios ou arquivos específicos para padrões maliciosos conhecidos, indicando a presença de software malicioso;
– Permitir que os usuários agendem verificações para que sejam executadas automaticamente;
– Permitir que os usuários iniciem novas verificações a qualquer momento; e
– Removendo qualquer software malicioso que detectar.

Alguns antivírus fazem isso automaticamente em segundo plano, enquanto outros notificam os usuários sobre infecções e perguntam se desejam limpar os arquivos.
Para verificar os sistemas de maneira abrangente, geralmente é necessário que o software antivírus tenha acesso privilegiado a todo o sistema. Isso faz do antivírus um alvo comum para os invasores.

Tipos de programas antivírus

Um antivírus é distribuído de várias formas, incluindo scanners antivírus independentes e pacotes de segurança da Internet que oferecem proteção antivírus, além de firewalls, controles de privacidade e outras proteções de segurança.

Alguns fornecedores de antivírus oferecem versões básicas de seus produtos gratuitamente. Essas versões gratuitas geralmente oferecem proteção antivírus e spyware básica, mas recursos e proteções mais avançadas geralmente estão disponíveis apenas para clientes pagantes.

Enquanto alguns sistemas operacionais são direcionados com mais frequência pelos desenvolvedores de vírus, o software antivírus está disponível para a maioria dos sistemas operacionais:

O antivírus do Windows.

O que é antivírus

A maioria dos fornecedores de software antivírus oferece vários níveis de produtos Windows a preços diferentes, começando com versões gratuitas que oferecem apenas proteção básica.

Os usuários devem iniciar verificações e atualizações manualmente e, normalmente, as versões gratuitas do software antivírus não protegem contra links para sites maliciosos ou anexos maliciosos em emails.

As versões premium do antivírus geralmente incluem conjuntos de ferramentas de segurança para terminais que podem fornecer armazenamento online seguro, bloqueadores de anúncios e criptografia de arquivos.

Desde 2004, a Microsoft oferece algum tipo de software antivírus gratuito como parte do próprio sistema operacional Windows, geralmente com o nome Windows Defender, embora o software tenha se limitado principalmente à detecção de spywares antes de 2006.

Antivírus do macOS.

Embora existam vírus do macOS, eles são menos comuns que os vírus para Windows, portanto, os produtos antivírus para o macOS são menos padronizados do que os do Windows.

Existem vários produtos gratuitos e pagos disponíveis, fornecendo ferramentas sob demanda para proteção contra possíveis ameaças de malware por meio de verificações de malware em todo o sistema e a capacidade de filtrar segmentos de email específicos, anexos e várias atividades na Web.

Antivírus para Android.

O Android é o sistema operacional móvel mais popular do mundo e está instalado em mais dispositivos móveis do que qualquer outro sistema operacional. Como a maioria dos malwares móveis é direcionada ao Android, os especialistas recomendam que todos os usuários de dispositivos Android instalem software antivírus em seus dispositivos.

Os fornecedores oferecem uma variedade de versões gratuitas e pagas de seu software antivírus para Android, incluindo recursos contra roubo e localização remota.

Alguns executam verificações automáticas e ativamente tentam impedir que páginas e arquivos maliciosos sejam abertos ou baixados.

Técnicas de detecção de vírus

O antivírus usa uma variedade de técnicas de detecção de vírus.

Originalmente, o antivírus dependia da detecção baseada em assinatura para sinalizar software malicioso. Os programas antivírus dependem de assinaturas de vírus armazenadas – sequências de dados exclusivas, características de malware conhecido.

O software antivírus usa essas assinaturas para identificar quando encontra vírus que já foram identificados e analisados ​​por especialistas em segurança.

O malware baseado em assinatura não pode detectar novos malwares, incluindo variantes de malwares existentes. A detecção baseada em assinatura só pode detectar novos vírus quando o arquivo de definição é atualizado com informações sobre o novo vírus.

Com o número de novas assinaturas de malware aumentando em cerca de 10 milhões por ano, desde 2011, os bancos de dados de assinaturas modernos podem conter centenas de milhões, ou até bilhões, de entradas, tornando impraticável o software antivírus baseado apenas em assinaturas. No entanto, a detecção baseada em assinatura geralmente não produz correspondências falsas positivas.

A detecção baseada em heurística usa um algoritmo para comparar as assinaturas de vírus conhecidos contra possíveis ameaças. Com a detecção baseada em heurística, o software antivírus pode detectar vírus que ainda não foram descobertos, além de vírus já existentes que foram disfarçados ou modificados e lançados como novos vírus.

No entanto, esse método também pode gerar correspondências falso-positivas quando o software antivírus detecta um programa que se comporta de maneira semelhante a um programa malicioso e o identifica incorretamente como um vírus.

O software antivírus também pode usar a detecção baseada em comportamento para analisar o comportamento de um objeto ou o comportamento potencial de atividades suspeitas e inferir intenções maliciosas com base nessas observações.

Por exemplo, o código que tenta executar ações não autorizadas ou anormais indicaria que o objeto é malicioso ou, pelo menos, suspeito. Alguns exemplos de comportamentos que potencialmente sinalizam perigo incluem modificar ou excluir um grande número de arquivos, monitorar as teclas digitadas, alterar configurações de outros programas e conectar-se remotamente a computadores.


Ilan Brazileiro

Formado em Sistemas de Informações e apaixonado aprender!

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.